"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

SEVER DO VOUGA (Roteiro 3)

Para iniciar este roteiro, nada melhor do que uma visita à aldeia e freguesia de Dornelas, única no concelho com uma topografia plana a contrastar com as restantes freguesias do concelho que se localizam nos declives ou sopés das serras do Arestal e das Talhadas.

PULMÕES DE LISBOA

O Centro Nacional de Cultura propõe visitas aos espaços verdes de Lisboa, que começaram a fazer parte dos planos da cidade no séc. XVIII.

SEVER DO VOUGA (Roteiro 2)

Descobrir Sever do Vouga é percorrer paisagens e tempos deixados nos lugares certos, pela natureza e pelas suas gentes que, através da sabedoria popular e erudita, demarcaram esta região do Médio Vouga.

Passeios Culturais Noturnos

Portimão convida residentes e turistas a conhecer e a ouvir histórias que o património cultural tem para contar.

“O Boa Viagem” volta ao Tejo

O varino municipal “O Boa Viagem” está de volta ao rio Tejo para continuar a proporcionar experiências memoráveis aos muitos visitantes que o procuram durante toda a época fluvial, entre maio e outubro.

Convento de Cristo, em Tomar

O Centro Nacional de Cultura vem propor-lhe um olhar atento sobre a monumentalidade e história da cidade de Tomar.

A ARTE NOVA EM LISBOA (Roteiro 2)

O Centro Nacional de Cultura prossegue este itinerário de Arte Nova em Lisboa com um percurso pelas Avenidas Novas. Nem este roteiro, nem em nenhum outro, se esgota nos exemplos que sugerimos. Se procurarmos, encontramos.

OS PERCURSOS DA ÁGUA EM LISBOA (Roteiro 4)

A Praça do Comércio, onde antes se situava o Paço Real da Ribeira e a Ópera Real - que só teve uma representação antes de ser engolida pelo terramoto - é o ponto de partida para o itinerário que explorará o lado ocidental da...

OS PERCURSOS DA ÁGUA EM LISBOA (Roteiro 1)

A água, para uma cidade como Lisboa, foi sempre insuficiente. Este problema, arrastou-se durante muitos séculos (já na época romana existia) até se tornar gravíssimo e levar diversos reis a elaborarem diversos planos para a captação de...

PÁTIOS E VILAS DE LISBOA (Graça)

Desta vez vamos percorrer alguns recantos tão lisboetas, cuja origem se perde no tempo. Não há registo histórico do aparecimento dos primeiros pátios em Lisboa, mas sabe-se terem origem na civilização Árabe.

AZULEJARIA DE LISBOA

Lisboa concentra naturalmente, apesar das vicissitudes históricas e dos terríveis desastres naturais, uma quantidade tão vasta de painéis de azulejaria que poderíamos dizer que a vida de um lisboeta está sempre ligada a um destes elementos.

AZULEJARIA DE LISBOA (Roteiro 1)

Este passeio inicia-se no Rossio, passando pelo Martim Moniz, Mouraria e Graça, até ao Campo de Santa Clara. Deve estar preparado para enfrentar uma longa caminhada a subir e a descer colinas.

Agenda
Ver mais eventos

Passatempos

Visitas
44,941,922