"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Literatura

Lançamento do livro "Páginas Esquecidas", de Agostinho da Silva

O conhecimento e a liberdade como valores supremos da condição humana. Sob o desígnio de abranger o maior número possível de áreas do saber, estabelecendo, de forma sólida, os alicerces de uma cultura geral, os Cadernos de Agostinho contribuíram em grande escala para a formação integral dos jovens e adultos de todas as classes sociais, em suma, da massa geral da nação.

13 Fev   |  18h30

El Corte Inglés de Lisboa
Av. António Augusto de Aguiar, 31 - Piso 6 . 1069-413 Lisboa

Portugal

O livro será apresentado pelo professor António Cândido Franco e contará com a presença e participação do Professor Adriano Moreira.

Sinopse
«Procurando fornecer ao maior número possível de pessoas os conhecimentos bastantes, “uma informação quanto possível certa e objectiva sobre o que no mundo significa progresso”, publicou Agostinho entre 1938 e 1947, em 125 cadernos, num total de cerca de três mil páginas, uma síntese do saber humano. Nascidos sob o desígnio de abranger o maior número possível de áreas do saber, estabelecendo, de forma sólida, os alicerces de uma cultura geral, os Cadernos de Agostinho contribuíram em grande escala para a formação integral dos jovens e adultos de todas as classes sociais, em suma, da massa geral da nação.» (Do Prefácio de Helena Briosa e Mota).

Autor
Agostinho da Silva, pop-star, o último sedutor, dialogante vivo e disponível, desorganizador e agitador benévolo e sorridente. Latinista e filólogo por formação, tradutor, poeta, biógrafo, ensaísta, ficcionista e professor, fez incursões pela entomologia e pela pintura, relojoaria, cerâmica e azulejaria. Estudou história, línguas, filosofia, teologia, matemática, ciências exactas e naturais. Acima de tudo, despertou-nos para a liberdade e a ousadia plenamente vividas. A sua figura marcou em definitivo o século XX português.

Helena Briosa e Mota é professora e mestre em Educação, além de tradutora. Dedica-se a investigar a obra pedagógica de Agostinho da Silva. Responsável pela selecção, anotação e estudos introdutórios dos volumes Textos Pedagógicos I e II e Biografias I, II e III, integrados nas Obras de Agostinho da Silva. Promoveu o levantamento de espólio de Agostinho da Silva, tendo a seu cargo o processo da PIDE/DGS. Publicou estudos em jornais e revistas. É co-autora de Uma Introdução ao Estudo do Pensamento Pedagógico do Professor Agostinho da Silva.
Agenda
Ver mais eventos
Visitas
43,001,199