"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Notícias

Teatro LU.CA arranca ano com ciclo dedicado ao planeta Terra

Diretora artística quis “criar uma espécie de alerta muito concreto” que ajudasse as crianças e jovens a pensar, a mudar comportamentos.


O LU.CA – Teatro Luís de Camões, em Lisboa, inicia o ano com um ciclo dedicado ao planeta Terra, que inclui uma exposição de obras feitas a partir de lixo, debates, passeios a jardins, oficinas, cinema e leituras encenadas.

O ciclo “+Azul”, que arranca sexta-feira, servirá, “através de diferentes formatos, para alertar para algumas questões que são urgentes, comuns a todos e estão na ordem do dia", referiu a diretora artística do LU.CA, Susana Menezes.

Além disso, é uma forma de o primeiro teatro municipal em Portugal, com uma programação exclusivamente dedicada a crianças e jovens, se ligar à programação de Lisboa Capital Verde Europeia 2020.

“Considerando que a água é uma questão tão, tão importante quando falamos de crise climática, achámos que fazer um ciclo dedicado ao planeta Terra e chamar-lhe ‘+Azul’ era muito apropriado para nos juntarmos a este programa mais verde”, afirmou.

Através do “+Azul”, a diretora artística do LU.CA quis “criar uma espécie de alerta muito concreto, com questões muito concretas” que ajudasse as crianças e jovens “a pensar, a mudar comportamentos e também a influenciar os adultos”.

Assim, o teatro desafiou pessoas de várias áreas, “desde artistas que trabalham mais as artes plásticas até atores, passando por, por exemplo, um engenheiro que trata de catástrofes ligadas à água, biólogos marinhos e pessoas que estão ligadas a questões do ativismo”.

O ciclo começa na sexta-feira, dia em que arrancam oficialmente as iniciativas de Lisboa Capital Verde Europeia 2020, com a inauguração da exposição “Bonecos Salgados”, do ‘artivista’ Ricardo Nicolau, “que se dedica a procurar na praia e entre as rochas, no Norte do país, plásticos que ficam perdidos no mar e na areia, e com eles faz criações artísticas”.

O cinema marca presença neste ciclo através de duas sessões, nos dias 11 e 12 de janeiro, de curtas-metragens “dedicadas a ‘Ideias para um Planeta Feliz’”.

Embora o LU.CA seja um teatro dedicado a crianças e jovens, o ciclo “+Azul” inclui uma sessão de formação para adultos (professores e educadores), nos dias 15, 16 e 17 de janeiro. Trata-se da oficina Plasticus Maritimus, a cargo de Ana Pêgo, na qual haverá uma “aproximação à questão da consciencialização, sensibilização e mobilização para esta espécie de plásticos que invade os oceanos”.

Algumas atividades são pagas, com o preço dos bilhetes a variarem entre um e três euros, e várias exigem inscrição prévia, através do email: bilheteira@lucateatroluisdecamoes.pt. A sessão de formação para adultos tem um preço de 20 euros.

Veja aqui todo o programa



por Lusa e Renascença | 7 de janeiro de 2020
Notícia no âmbito da parceria Centro Nacional de Cultura | Rádio Renascença

Agenda
Ver mais eventos
Visitas
46,796,230