"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Notícias

Crowfunding para restaurar o património da Faculdade de Belas-Artes de Lisboa

Apoie o Restauro! é o nome do projeto através do qual a instituição seleciona obras que o público pode ver em exposição na Galeria Belas-Artes e apoiar através de donativos individuais. Nesta quarta edição encontramos, por exemplo, uma obra de Santa-Rita Pintor, Sansão e Dalila.

Sansão de Dalila, pintada por Santa-Rita Pintor em 1910 é uma das obras alvo de crowdfunding DR


A ideia é simples, convocar a comunidade para apoiar o restauro e, assim sendo, a preservação e, consequentemente, a divulgação do espólio da Faculdade de Belas –Artes da Universidade de Lisboa. Concretiza-se de forma igualmente simples: durante três semanas são expostas as obras propostas para restauro, enquanto decorre uma campanha de crowdfunding, acessível no site da instituição. Este ano, naquela que é a 4.ª edição de Apoie o Restauro!, foram selecionadas sete obras, incluindo Sansão e Dalila, de Santa-Rita Pintor, que o público pode apreciar na Galeria Belas-Artes até 16 de novembro.

As obras selecionadas para restauro pertencem ao acervo de Gravura e Desenho Antigos, Pintura, Escultura, Cerâmica e Osteologia e, além da supracitada obra de Santa-Rita Pintor, datada de 1910, inclui Dança das Bacantes (1799), de Gregório Francisco de Queiroz e Francisco Vieira Portuense, O Filho Pródigo (1873), de Alberto Nunes, Christão Fugindo à Perseguição de Nero (c. 1906-1907), de Ricardo Ruivo Júnior, A Raça do Fim, de David Oliveira (2008), Capitel de Pilastra Compósito (1891), de Joaquim Porfírio, e um esqueleto humano articulado, provavelmente chegado às Belas-Artes vindo da Escola Médico-Cirúrgica de Lisboa em 1866 (apenas o restauro permitirá identificar com certeza a sua proveniência).

A exposição, inaugurada dia 25 de outubro, com curadoria de Eduardo Duarte e Maria Teresa Sabido, contempla, além da obra restaurada na edição anterior, um núcleo que reúne peças do acervo restauradas pelos alunos das Belas-Artes. Pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 11h às 19h, e sábados, das 10h às 17h (além de domingo, estará encerrada nos feriados).

Apoie o Restauro! teve primeira edição em 2016. A campanha de crowdfunding levou a que, das sete obras então propostas, fossem restauradas três, Descida da Cruz, de Francesco Bartolozzi, Au Soir, de Artur Alves Cardoso, Alçado do Monumento em Memória de sua Majestade Imperial o Sr. Duque de Bragança, dador e restaurador da Carta Constitucional e da Liberdade da Nação Portuguesa, de João Pedro Monteiro.


por Lusa e Público | 31 de outubro de 2019
Notícia no âmbito da parceria Centro Nacional de Cultura | Jornal Público

Agenda
Ver mais eventos

Passatempos

Visitas
44,942,122