"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Literatura

Em dezembro as Leituras no Mosteiro são no "feminino"

Joana Bértholo, Lígia Soares, Sofia Santos Silva, Cecília Ferreira, Isabel Milhanas e Sabrina D. Marques são as autoras escolhidas para a sessão. 

19 Dez   |  21h00

Mosteiro de São Bento da Vitória
Rua de São Bento da Vitória, 4050-543 Porto


As Leituras no Mosteiro estão de regresso ao Centro de Documentação do Teatro Nacional São João (TNSJ), localizado no Mosteiro de São Bento da Vitória, no dia 19 de dezembro, para aquela que será a última sessão de 2017. Como é já habitual no mês de dezembro, a atividade vai ser dedicada a dramaturgos contemporâneos portugueses, com a escolha a recair apenas em nomes femininos.

Depois de terem participado no Laboratório de Escrita para Teatro – uma iniciativa do Teatro Nacional D. Maria II que já conta com três edições –, é a vez de Joana Bértholo, Lígia Soares, Sofia Santos Silva, Cecília Ferreira, Isabel Milhanas e Sabrina D. Marques apresentarem, no Mosteiro de São Bento da Vitória, uma leitura “pré-ceia natalícia”, em que o destaque é a língua portuguesa. As Leituras no Mosteiro, com coordenação de Paula Braga e Nuno M Cardoso, são de entrada gratuita, e têm início às 21h00. Esta sessão conta com a presença das seis autoras, assim como de Rui Pina Coelho, crítico de teatro, dramaturgista, autor e tradutor.

O Centro de Documentação do TNSJ foi fundado no ano 2000. O espaço integra um Arquivo, um núcleo essencial para os investigadores dos campos cénicos e para a preservação de documentos como registos vídeos de espetáculos, textos de teatro, dossiês fotográficos ou materiais promocionais das peças do TNSJ. Localizado no Mosteiro de São Bento da Vitória, contempla ainda uma Biblioteca considerada a melhor em Portugal no que toca às artes performativas.

Disponibiliza gratuitamente a consulta de cinco mil livros, além de compilar vídeos, filmes e documentários sobre teatro e dança, óperas dirigidas por encenadores relevante, e ficheiros de teatro radiofónico. O Centro de Documentação está aberto ao público de segunda a sexta-feira, entre as 14h30 e as 18h00.

Agenda
Ver mais eventos
Visitas
36,285,861