"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Colóquios, Conferências e Debates

A Nova Rota da Seda Chinesa: questões de geopolítica e geoestratégia

No dia 26 de abril, às 18h30, Paulo Duarte, investigador do Instituto do Oriente em Lisboa, fará uma conferência que visa ajudar o público menos familiarizado com o tema da Nova Rota da Seda chinesa a perceber os desafios, oportunidades e contornos deste mega-projeto que a China lança a si própria e à comunidade internacional em pleno século XXI.

26 Abr   |  18h30

Centro Nacional de Cultura - Galeria Fernando Pessoa
Largo do Picadeiro, 10-1º (ao lado do Café No Chiado)

A Nova Rota da Seda chinesa é denominada Uma Faixa, Uma Rota, incluindo uma componente terrestre e uma componente marítima. 
Assenta, entre outros aspetos, num reforço das relações económicas com a Ásia Central e a Europa. Tem subjacente a ideia da criação de um espaço económico suscetível de abranger um vasto mercado de aproximadamente 4,4 mil milhões de pessoas, ou 63 % da população mundial, com potencial para se tornar o mais longo e promissor corredor económico do mundo. 
Procura dar-se a conhecer o que pretende afinal Pequim com tão ambicioso projeto, abrindo eventualmente o debate sobre como pode (ou não) Portugal interessar à China, e vice-versa, no âmbito da Nova Rota da Seda chinesa.

Paulo Duarte

Investigador do Instituto do Oriente, Lisboa. Doutorado em Ciências Políticas e Sociais, Universidade Católica de Lovaina.
Especialista na Nova Rota da Seda chinesa, questões de geopolítica asiática, incluindo a Ásia Central, onde realizou extensa pesquisa doutoral (Cazaquistão, Quirguistão e Tajiquistão) com uma bolsa concedida pela Fundação Calouste Gulbenkian.
Autor de mais de 50 artigos publicados em revistas com sistema peer-review. Colunista da Revista Sociedade Militar. Autor de Metamorfoses no Poder: rumo à hegemonia do dragão? Com prefácio e apresentação de Marcelo Rebelo de Sousa, atual Presidente da República Portuguesa.
Algumas das suas publicações recentes incluem Paulo (2017). "Changes in the World Power: The United States within the New Balance of Power", pp. 2-23, in Eurasian Economies in Transition, Cambridge Scholars Publishing, edited by Gencer, A.; Sözen, I. & Sari, S.. Paulo Duarte é ainda autor de um recente relatório para o Ministério dos Negócios Estrangeiros da República da China (Taiwan): Duarte, Paulo (2016). South and East China Seas: prospects for a wew sino-centric era? Taiwan Fellowship. December, Taipei, 50p. Investigador-convidado pela National Chengchi University (Graduate Institute of East Asian Studies), no âmbito do programa Taiwan Fellowship, que reúne pesquisadores de várias partes do mundo (janeiro a dezembro de 2016). Membro do Observatório da China em Portugal, membro editorial do ELA Journal (publicação da IAPSS).

Agenda
Ver mais eventos

Passatempos

Visitas
32,238,460