"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Música

Joana Rios

Joana Rios iniciou no mês de janeiro a digressão nacional em que apresenta os temas do seu álbum "Fado de Cada Um", disco de estreia como fadista e que marcou uma fase de mudança na carreira da artista.

Fotografia | Márcia Filipa Moura

28 Jan   |  22h00

Armazém 8
Rua do Eletricista 8 - P.I.T.E 7005-513 Évora
Évora
Portugal

4 Fev   |  21h30

Teatro-Cine de Torres Vedras
Av. Ten. Valadim 19, 2560-336 Torres Vedras

20 Abr   |  21h00

Museu do Fado
Largo do Chafariz de Dentro 1, 1100-139 Lisboa

6 Mai   |  21h30

Centro Cultural e de Congressos das Caldas da Rainha
R. Dr. Leonel Sotto Mayor, 2500-227 Caldas da Rainha

19 Mai   |  21h30

Cine-Teatro Garrett
Rua José Malgueira, n.º 13, 4490-647 Póvoa de Varzim

27 Mai   |  21h30

Casa da Música
Av. da Boavista 604-610, 4149-071 Porto

 

Fugindo ao Fado fugia de mim” – esta frase do célebre fado “Que Deus me perdoe” resume o percurso artístico da lisboeta Joana Rios. A primeira vez que cantou fado foi aos 19 anos para o grande Fernando Maurício, que a incitou a perseguir uma carreira como fadista. No entanto, o seu percurso passou por vários géneros até finalmente regressar ao fado pela mão do mestre da guitarra portuguesa António Parreira.

Joana Rios apresenta agora em concerto Fado de Cada Um, o seu disco de estreia como fadista e que assinala esta mudança. O álbum aborda temas como a condição de ser fadista, o fado enquanto destino e o amor a Lisboa. Baseia-se no fado tradicional, fado- canção e em composições originais, com poemas de José Luís Gordo, Carlos Conde, João Barreiros, Rosário Alçada Araújo, João de Bragança ou Carlos Heitor da Fonseca, que assina também as composições originais.

Agenda
Ver mais eventos
Visitas
31,467,618