"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Festivais, Festas e Feiras

Final do Festival Termómetro

Já se sabem quais os cinco nomes que irão à final, dia 12 de janeiro no São Jorge, desta 24ª edição do Festival Termómetro, cujo mote “descentralizador” levou 27 bandas a 9 cidades espalhadas por todo o país, incluindo as ilhas.

12 Jan   |  21h30

Cinema S. Jorge
Av da Liberdade, 175, 1250-141 Lisboa


Este ano, aos dois projetos portugueses Gator, the Alligator e Maro , juntam-se três bandas internacionais – duas vindas de Espanha, Músculo e Kings of the beach, e uma da Bélgica, Jaguar Jaguar. O prémio final para o vencedor é uma atuação no Festival NOS Alive, no Festival Bons Sons, no Iberian Music Awards e ainda 20 horas de gravação em estúdio e a produção de um videoclipe.

Para júris desta edição, encontram-se já confirmados alguns dos nomes mais relevantes da música em Portugal, são eles Henrique Amaro, Hélio Morais, Samuel Úria, Joaquim Albergaria, Álvaro Covões, Luís Montez, João Carvalho, Ana Bacalhau, Luís Sousa Ferreira, José Pedro Leitão, David Santos, Nuno Galopim, Pedro de Tróia, Pedro Mafama, João Vieira, Jorge Romão e Alex D'alva teixeira.

Esta final contará ainda com a atuação de B Fachada como artista convidado - também ele participante de uma das anteriores edições do Festival Termómetro - fazendo desta uma noite memorável de bons concertos e de celebração da música emergente.

Criado em 1994, o Festival Termómetro já revelou nomes e artistas como: Capicua, Dj Ride, Noiserv, Mazgani, Ana bacalhau, David Fonseca, Ornatos Violeta, Richie Campbell, Salto, Blind Zero, Black Mamba, Marta Ren, Terrakota e os Quarto Quarto, vencedores da última edição.

O Festival Termómetro tem o patrocínio da Sagres, EasyJet, Movijovem, Hotéis Vila Galé e Leaseplan. Bilhetes à venda online na Ticketline ou na bilheteira do Cinema São Jorge.

Kings Of The Beach (ES) nascem em Vigo, no Verão quente de 2013 e são compostos por Adrián Rodríguez (guitarra, voz), Yago Guirado (baixo, voz) e Samuel Otero (bateria). Caracterizam o seu som como selvagem, rápido, e “praieiro”, como "un sopapo en la cara”. Comparados com Together Pangea, The Orwells ou Fidlar, vestem-se de “un directo rápido, con sudor y muchas hostias”. Este ano marcaram presença no assombroso SXSW antes de pisarem terras lusas para o Festival Termómetro.

Gator, The Alligator (PT), o jacaré hiperativo chegou e está pronto para soltar descargas elétricas em forma de ondas sonoras. Carregado de poderes místicos do fuzz, prometem hipnotizar todos aqueles que se submeterem aos seus feitiços em frequência. No âmbito do Festival Termómetro apresentaram no palco do Teatro Ibérico o seu primeiro álbum "Life is Boring", uma viagem no dia-a-dia do Gator e um ponto de partida para o futuro. 

Músculo! (ES) nasce em 2012 com a intenção de misturar instrumentos analógicos com elementos eletrónicos e sempre à procura de novas texturas e estilos. Formados por Álvaro Blanco, Raúl Santiago, Javier Buela e Nicolás Nieto, os Músculo! prometem baile electrónico sem deixar de lado a experimentação, abraçando as mais recentes tendências sem complexos e sem medo de explorar novos sons. Já tocaram em festivais espanhóis como o BBK Live e o BIME (Bilbao). 

MARO (PT) é o nome artístico de Mariana Secca, uma jovem multi-instrumentista de 24 anos, cantora e autora portuguesa que lançou em 2018 o seu 1º álbum. Começou a estudar piano aos 4 anos, obtendo o Diploma de Piano do Conservatório aos 17. Com 15 foi escolhida para tocar no Centro Cultural de Belém e, com 16 anos, para tocar como solista no Teatro Camões em Lisboa. Escreveu a sua primeira canção aos 11 e aos 12 começou a estudar guitarra, como autodidata. Mais tarde, a voz e o baixo eléctrico também passaram a ocupar um lugar importante na sua atividade musical. Trabalhadora incansável, segue os seus sonhos inspirada por músicos como Milton Nascimento, Joni Mitchell, Rajery, Elis Regina ou Esperanza Spalding. 

Jaguar Jaguar (BE) começam a sua história durante uma viagem de duas semanas a uma casa perto do oceano em Empuria, Espanha. Tendo o sol do sul como fonte de inspiração, começaram a escrever canções que resultaram em faixas melódicas e cativantes que se adequam ao seu gosto pela diversão pura; vocais cativantes impulsionados por uma seção rítmica baseada em groove, unidos por sintetizadores sonhadores e sons de guitarra.

Agenda
Ver mais eventos
Visitas
36,285,965