"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Colóquios, Conferências e Debates

Hoje falamos de… A Sanfona: um percurso ondulante

Conferência por Julieta Silva, que tem um percurso musical e artístico ligado à música tradicional portuguesa. 

10 Nov   |  17h00

Museu da Música Portuguesa - Casa Verdades de Faria
Av. de Sabóia, nº 1146 Monte Estoril 2765-580 Estoril
Preço
Entrada livre


Com uma origem que remonta ao século XI, na forma primeira de um Organistrum, marcando presença nos ambientes monásticos, a Sanfona teve um percurso ondulante, tendo sido, simultaneamente, instrumento da nobreza e do povo. A sua história na Europa é rica em mudanças e em transferências de uns ambientes para outros. Declarada extinta em Portugal, depois de ter sido usada por príncipes, jograis, trovadores, cegos e pedintes, a Sanfona volta a integrar, nas últimas décadas, o imaginário e a prática dos músicos portugueses.

Julieta Silva tem um percurso musical e artístico ligado à música tradicional portuguesa, e estudos sobre as etnografias e a sua utilização a nível performativo. Integrou projetos como Chuchurumel, Diabo a Sete e Alacrã. Participou na conceção e realização de diversos espetáculos construídos em meio rural, envolvendo as populações locais com o intuito de cruzar linguagens musicais e editou “A Festa dos Montes”, um estudo etnomusicológico. É mestre em Musicologia e frequenta, atualmente, o Doutoramento em Etnomusicologia.

Mais informações: mmp@cm-cascais.pt | 214 815 904

Agenda
Ver mais eventos

Passatempos

Visitas
35,650,509