"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Música

Cursed Cliff dão concerto nos Jardins do Museu da Água da EPAL

No âmbito da comemoração do 150º aniversário da EPAL, o Museu da Água dá palco a 5 concertos gratuitos, divididos entre o Reservatório da Mãe d’Água das Amoreiras e a Estação Elevatória a Vapor dos Barbadinhos. Inscrições gratuitas no site da EPAL.

11 Ago   |  18h30

Museu da Água
Rua do Alviela, 12, à Calçada dos Barbadinhos
Preço
Entrada livre


Do fado ao pop, a EPAL acolhe estes 5 concertos totalmente gratuitos para a comunidade, entre os meses de maio e setembro.

O próximo concerto é já no dia 11 de agosto, às 18h30, nos Jardins do Museu da Água, na Rua do Alviela, 12, à Calçada dos Barbadinhos, com o grupo musical Cursed Cliff. Este grupo com Miguel Berkemeier no violino e Ricardo Sousa na guitarra tem um estilo muito próprio, com influências do rock, clássico, folk, metal, celta ou mesmo o pop e contam, já, com largas dezenas de músicas originais, tanto cantadas em português como em inglês.

Nos dias dos concertos, a entrada na Estação Elevatória a Vapor dos Barbadinhos e do Reservatório da Mãe d'Água das Amoreiras será livre até às 20h00.

Como não podia deixar de ser, todos os concertos serão acompanhados de água da torneira. O pátio da água sobre rodas marcará presença nos concertos oferecendo água a todos os presentes.

Próxima e última data | 15 de setembro com Catarina Munhá | Reservatório da Mãe d’Água das Amoreiras | 18h30

Informação adicional sobre cada uma das formações musicais:

Cursed Cliff  | Banda de originais, com nome inspirado na arriba fóssil da Costa de Caparica e seus problemas ambientais, criada pelo Miguel Berkemeier (violino) e pelo Ricardo Sousa (guitarra), no final de 2012. Com um estilo muito próprio, com influências variadas como o rock, clássico, folk, metal, celta ou mesmo o pop, contam, já, com largas dezenas de músicas originais, tanto cantadas em português como em inglês. A banda tem tocado em diversos palcos destacando-se a participação em 2016 na Festa do Avante e o facto de terem sido finalistas da edição de 2017 do EDP Live Bands, atuando na LXFactory, em Lisboa. Atualmente contam também com a participação de Inês Gomes (voz, piano e bateria).

Catarina Munhá | ainda não sabe bem quem é. Mas também não tem pressa de descobrir. Aos 5 anos pegou num piano e não o largou mais. Seguiram-se o violino, a guitarra, o sintetizador, o ukulele, e nem a pandeireta deixou em paz. Desde que se lembra de ser pessoa que inventa canções, mas nunca as tirou da gaveta. Recentemente alugou um rés-do-chão vazio em Lisboa e decidiu começar a mobilar o apartamento com canções. Estantes e armários ainda escasseiam,

mas há (pelo menos) uma canção por divisão. Neste seu álbum de estreia moram canções bem-humoradas e inquietas, acompanhadas pelo som tropical do seu ukulele, um violino insólito e ocasionais teclas melancólicas.

Agenda
Ver mais eventos
Visitas
34,696,019