"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Notícias

Inventário de compras em Paris da Rainha Carlota Joaquina adquirido para o Palácio Nacional de Queluz

Integrado na política de aquisições da Parques de Sintra para os monumentos sob a sua gestão, foi adquirido, para o Palácio Nacional de Queluz, um inventário do início do século XIX, com uma lista de aquisições de roupa, calçado, joias e acessórios de moda para a Família Real portuguesa. 

Créditos: Sotheby's


Este manuscrito encadernado foi adquirido pela Parques de Sintra através da leiloeira Sotheby’s e do antiquário S.J. Phillips, revelando os gostos e estilo requintado da Rainha Carlota Joaquina de Portugal, consorte do Rei D. João VI.

O manuscrito de 71 páginas, que vem agora enriquecer o acervo do Palácio, está datado de “Paris, 20 de maio de 1816”, tem encadernação em couro marroquino vermelho com gravação a ouro e está marcado com as armas Reais de Espanha na capa e contracapa. Nele estão anotadas joias, roupas, artigos de lingerie, sapatos, leques, luvas, meias, cosméticos e acessórios (como por exemplo 560 lenços de mão, sapatos de seda bordados, meias da melhor seda transparente, leques de vários tipos em marfim, entre muitos outros artigos), adquiridos aos principais estilistas, joalheiros e retalhistas de moda parisienses. As aquisições foram conduzidas pela Baronesa Ardisson, em nome da Rainha Consorte, no tempo em que a Família Real Portuguesa se encontrava no Brasil, para onde se deslocara na sequência das Invasões Francesas. O documento permite obter uma boa noção da elegância e esplendor do guarda-roupa real no século XIX, e entender como a voluntariosa e controversa D. Carlota Joaquina queria estar alinhada com as tendências europeias.

Este inventário encontrava-se numa coleção privada inglesa, e foi publicado pela primeira vez no catálogo da exposição “The S.J. Phillips Collection of Jewels of Portugal”, organizado pela Sotheby’s em Lisboa em maio de 2017.

Nas palavras de Inês Ferro, Diretora do Palácio Nacional de Queluz, “trata-se de um raro documento que nos chegou em excelente estado de conservação e que nos que dá acesso às escolhas pessoais da Rainha e das Infantas. 1816 foi um ano marcante  para toda a família real, e em particular para o universo feminino. D. Maria I morrera a 20 de Março desse ano e D. Carlota Joaquina era já Rainha, apesar de a aclamação de D. João VI só se vir a verificar dois anos mais tarde. Por outro lado, para a grandeza desta encomenda, processada em maio, terá também contribuído a circunstância de duas das infantas suas filhas estarem a poucos meses de partir para Espanha, onde em setembro contrairiam matrimónio com dois tios maternos: D. Maria Isabel com o Rei de Espanha, Fernando VII e D. Maria Francisca de Assis com D. Carlos Isidro. Este documento, enquanto fonte de conhecimento para o estudo do vestuário e de todo o tipo de adereços, é também fundamental para ajudar a compreender a iconografia e os retratos régios que o Palácio possui desta época, em que o “estilo império” marcava a moda então em voga.

João Távora Magalhães, representante da Sotheby’s em Portugal, indicou que estão, “muitíssimo satisfeitos com o facto de este raro e importante manuscrito ter regressado a Portugal. A aquisição de inventário real, por parte da Parques de Sintra, é particularmente pertinente, dado que o Palácio Nacional de Queluz foi a principal residência da Rainha Carlota Joaquina e é fantástico que o manuscrito possa agora ser visto como parte da história da família real naquele local e no Brasil.”

Sobre a Parques de Sintra - Monte da Lua

A Parques de Sintra - Monte da Lua, S.A. (PSML) é uma empresa de capitais exclusivamente públicos, criada em 2000, no seguimento da classificação pela UNESCO da Paisagem Cultural de Sintra como Património da Humanidade. Não recorre ao Orçamento do Estado, pelo que a recuperação e manutenção do património que gere são asseguradas pelas receitas de bilheteiras, lojas, cafetarias e aluguer de espaços para eventos.

Em 2016, as áreas sob gestão da PSML (Parque e Palácio Nacional da Pena, Palácios Nacionais de Sintra e de Queluz, Chalet da Condessa d’Edla, Castelo dos Mouros, Palácio e Jardins de Monserrate, Convento dos Capuchos e Escola Portuguesa de Arte Equestre) receberam 2.625.011 visitas, cerca de 83% das quais por parte de estrangeiros. Recebeu, em 2013, 2014, 2015 e 2016, o World Travel Award para Melhor Empresa em Conservação.

São acionistas da PSML a Direção Geral do Tesouro e Finanças (que representa o Estado), o Instituto da Conservação da Natureza e Florestas, o Turismo de Portugal e a Câmara Municipal de Sintra. www.parquesdesintra.pt ou www.facebook.com/parquesdesintra

Sobre a Sotheby’s

Sotheby’s has been uniting collectors with world-class works of art since 1744. Sotheby’s became the first international auction house when it expanded from London to New York (1955), the first to conduct sales in Hong Kong (1973), India (1992) and France (2001), and the first international fine art auction house in China (2012). Today, Sotheby’s presents auctions in 10 different salesrooms, including New York, London, Hong Kong and Paris, and Sotheby’s BidNow program allows visitors to view all auctions live online and place bids from anywhere in the world. Sotheby’s offers collectors the resources of Sotheby’s Financial Services, the world’s only full-service art financing company, as well as the collection advisory services of its subsidiary, Art Agency, Partners.  Sotheby’s presents private sale opportunities in more than 70 categories, including S|2, the gallery arm of Sotheby's Global Fine Art Division, and two retail businesses, Sotheby’s Diamonds and Sotheby’s Wine. Sotheby’s has a global network of 80 offices in 40 countries and is the oldest company listed on the New York Stock Exchange (BID). www.sothebys.com

Sobre a S.J. Phillips, Ltd.

S.J. Phillips Ltd, internationally renowned antique jewellery and precious objects dealer, was founded in 1869. From the outset, the company has enjoyed the reputation of dealing exclusively in pieces of superlative quality and beauty, many often with royal or distinguished provenance. Several can now be found in major international museums including the Victoria & Albert Museum, the British Museum, the Louvre, the Museum of Fine Arts Boston to name but a few.

S.J. Phillips continues to offer an extensive stock of antique and modern jewellery, rare snuffboxes and exquisite objets de vertu. The company is managed by the Norton family (great-grandsons of the original S.J. Phillips) and, together with a loyal and dedicated staff, provide a service which is second to none. www.sjphillips.com

Agenda
Ver mais eventos
Visitas
32,720,155