"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Notícias

Desenhos de Almada Negreiros para ver no Museu Soares dos Reis

"José de Almada Negreiros: Desenho em Movimento"" inaugura ao público no dia 30 de novembro. 

Desenhos de Almada Negreiros que contavam a história de um naufrágio, produzidos durante umas férias em Moledo em casa do surrealista António Pedro | Paulo Spranger/ Global Imagens

José de Almada Negreiros. Desenho em Movimento 
reúne nove dezenas de trabalhos do artista português "que dão conta da importância da linguagem cinematográfica na obra plástica desta figura ímpar do modernismo português", segundo um comunicado da Fundação Calouste Gulbenkian, que colabora na organização desta exposição que pode ser vista no Museu Nacional Soares dos Reis de 30 de novembro a 18 de março.

As obras selecionadas para esta exposição estiveram na exposição Almada Negreiros. Uma Maneira de Ser Moderno que no início deste ano ocupou vários espaços do Museu Gulbenkian e da programação da Fundação. "Mas haverá também muitas novidades e alguns trabalhos inéditos descobertos já depois do encerramento da exposição", lê-se no comunicado.

Almada Negreiros, artista de vários suportes, deixou claro nos seus trabalhos o interesse pelo imagem em movimento e o cinema, com o qual colaborou, em obras como a lanterna mágica La Tragédia de Doña Ajada (1929) e o filme desenhado durante umas férias em Moledo O Naufrágio da Ínsua (1934).

"Fascinado com a possibilidade de dar vida ao desenho e de o pôr em movimento, Almada teve a intenção por diversas vezes de experimentar a animação, mas não chegou a concretizar o seu desejo", nota o comunicado da Fundação Calouste Gulbenkian.


in Diário de Notícias | 14 de novembro de 2017
Notícia no âmbito da parceria Centro Nacional de Cultura | Jornal Diário de Notícias
Agenda
Ver mais eventos

Passatempos

Visitas
32,238,395