"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Destaques

ANGOLA ESTREIA-SE NA LISTA UNESCO

A reunião do Comité UNESCO do Património realizada em Cracóvia no dia 13 de julho integrou na lista do Património Mundial a cidade secular de Mbanza Kongo, na província do Zaire no norte de Angola.


Situada num planalto com mais de 500 metros de altitude, a cidade foi fundada no século XIII da nossa era, tendo sido capital espiritual e política do reino do Congo entre os séculos XIV e XIX. Com a chegada dos portugueses o Palácio real, o Tribunal de costumes, a árvore sagrada e os sítios sagrados foram alargados com construções de influência europeia. «Mbanza Kongo ilustra, como nenhum outro lugar na África subsaariana, as mudanças profundas que decorreram da influência do cristianismo e da chegada dos portugueses à África Central» - segundo a UNESCO.

O conjunto já estava classificado como património nacional desde 2013. Em Cracóvia, nos 25 lugares classificados de novo inclui-se o Cais do Valongo no Rio de Janeiro. A inclusão do centro histórico de Viena na lista de sítios em perigo também foi adotada – o que exige medidas concretas por parte das autoridades austríacas, para evitar a desclassificação. De facto a classificação pela UNESCO é uma responsabilidade assumida pels Estados membros, que deve ser escrupulosamente respeitada! 

Agenda
Ver mais eventos
Visitas
31,460,283