"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Notícias

"Gigantes" de Pedro Croft a caminho da Bienal de Veneza

As obras serão instaladas numa ilha da cidade italiana e entrarão em diálogo com o trabalho já feito pelo arquiteto Álvaro Siza Vieira para aquela zona.

“Medida Incerta”, de José Pedro Croft

 

Já está a caminho de Itália, onde deverá chegar no final da semana, o trabalho que o artista José Pedro Croft produziu para representar Portugal na Bienal de Veneza deste ano.

As obras serão instaladas numa ilha da cidade italiana e entrarão em diálogo com o trabalho já feito pelo arquiteto Álvaro Siza Vieira para aquela zona.

“Medida Incerta” é o nome da instalação composta por seis esculturas gigantes: oito metros de altura por três de largura.

“É um projeto em que eu transporto as esculturas para a Villa Hériot. São espelhos que estão virados para a laguna e trazem-na para dentro do espaço do jardim. Refletem como um labirinto de espelhos a arquitetura e o jardim, criando colapsos de perceção”, explica o artista à Renascença.


Croft e ministro da Cultura, Castro Mendes, na apresentação da Bienal de Veneza.

As peças de José pedro Croft entram em diálogo não só com a arquitetura como com a paisagem natural. São uma espécie de grandes janelas de vidro e espelho coloridos.

Medida Incerta é uma obra que o artista nascido no Porto descreve como uma obra em constante mudança.

Além das seis esculturas instaladas nos jardins, há também uma exposição no interior da Villa Hériot, um conjunto arquitetónico na ilha de Giudecca, datado de 1929, e composto por duas casas principais rodeadas por um jardim e uma lagoa. É neste enquadramento que surge também um diálogo entre a obra de Croft com a do arquiteto Álvaro Siza Vieira que representou Portugal na Bienal de Veneza em 2016.

José Pedro Croft imaginou uma peça que ficará numa praça projetada por Siza. O artista gostou de trabalhar com o arquiteto.

Croft já antes tinha trabalhado com Siza Vieira. Agora é o seu sucessor na Bienal de Arte de Veneza. A edição número 57 é para o artista português um dos eventos de maior relevo.

A Bienal de Veneza decorre entre 13 de maio a 26 de novembro.

 


in Rádio Renascença | 20 de abril de 2017 

Notícia no âmbito da parceria Centro Nacional de Cultura | Rádio Renascença

Agenda
Colóquios, Conferências e Debates

À Conversa com…

Museu de Cerâmica de Sacavém 23 Set   |  15h00

Ver mais eventos

Passatempos

Passatempo

Ganhe convites para "A Última Noite do Capitão"

Em parceria com a Yellow Star Company, oferecemos convites duplos para assistir a esta Tragicommedia dell'arte, no próximo dia 24 de setembro (domingo), às 21h00, no Teatro Armando Cortez, Lisboa. Findo o passatempo, anunciamos aqui os nomes dos vencedores!

Visitas
31,849,729