"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Notícias

Goran Radovanovic volta a vencer no Festival de Cinema Avanca

Filipe Martins, Luís Margalhau e Raquel Felgueiras entre os premiados.

Ênclave

 

Terminaram os “20º Encontros Internacionais de Cinema, Televisão, Vídeo e Multimédia – AVANCA 2016”, encerrando 10 dias de festival e 5 dias de competições, conferências e workshops internacionais. O AVANCA 2016 atribuiu prémios a filmes e autores de 14 países.

“Enclave” do realizador sérvio Goran Radovanovic arrebatou o Prémio Cinema para a Melhor Longa-metragem. Este realizador já havia ganho em 2011 igual distinção. Foi ainda distinguida com Prémio Especial do Júri a longa–metragem “Espejuelos Oscuros” de Jessica Rodríguez (Cuba) e Menções Especiais para as longas–metragens “Fallow” de Laurent Van Lancker (Bélgica) e “Lua em Sagitário” de Marcia Paraiso (Brasil, Argentina). Este último filme foi também distinguido com o Prémio Estreia Mundial e Prémio Melhor Atriz, atribuído a Manuela Campagna. O prémio melhor ator foi atribuído a Tibo Vandenborre e melhor fotografia a Laurens De Geyter do filme “Fallow”.

O júri cinema longa-metragem foi constituído pelos cineastas Luís Oliveira Santos, que presidiu, Abu Shahed Emon (Bangladesh), Malte Wandel (Alemanha), Javi Navarro (Espanha) e pela investigadora Moghadaseh Rouhi (Irão).

Na competição de curta-metragem, o prémio foi para “Nelly”, de Chris Raiber (Áustria). Os filmes “Jour Intranquilles” de Latifa Said (França) e “Lila” de Carlos Lascano (Argentina), foram distinguidos com menção especial, respetivamente para a atriz Farida Ouchani e para a “Mise en Scene”.

O Prémio Animação distinguiu o filme “Mamie”, de Janice Nadeau (França).

O Prémio da Melhor Fotografia distinguiu Alex Sernambi, do filme brasileiro “O que teria acontecido ou não naquela calma e misteriosa tarde de domingo no jardim zoológico” de Allan Souza Lima.

O júri cinema curta-metragem foi constituído por Pedro Medeiros (Portugal), Silvia Ferran (Espanha), Amir Masoud Soheili (Irão) e Tommaso Valente (Itália), que presidiu.

Entre as categorias mais esperadas esteve a “Competição Avanca”. Reunindo doze obras produzidas ou co-produzidas na região, foi distinguido o documentário “Afinando pessoas, pássaros e flores” de Luís Margalhau, também distinguido com o Prémio Estreia Mundial, e a animação “Sendas” de Raquel Felgueiras.

O documentário “A festa do nosso menino São Gonçalinho” de Pablo Sant'Ana foi distinguido com a menção especial da Competição Avanca.

O Júri foi constituído pelos programadores André Spencer (Suécia, Portugal), Ayoub el Baghdadi (Marrocos), Carlos Teófilo (Portugal), Christian Inaraja (Espanha), João Paulo Macedo (Portugal), Marcello Zeppi (Itália) e pelo cineasta Manuel Matos Barbosa.

Os prémios de televisão e vídeo foram atribuídos por um júri constituído pelos cineastas Adriano Nazareth, Francisco Colombo (Brasil) e Rui Nunes, pelo programador Mário Branquinho, pelo jornalista Fernando Pinho, pelo poeta António Souto, pelo ator Carlos Rico, pelo pintor Acácio Rodrigues e pelo professor e investigador Leonel Rosa.

O documentário “Remenber Us” da realizadora jordana Dalia Abuzeid, recebeu o Prémio Televisão e Prémio Estreia Mundial Televisão. O Júri atribuiu ainda uma Menção Especial ao filme “Fire, water, air” de Anne Murat e David Bart (França).

Este júri atribuiu o Prémio Estreia Mundial Video a “Landing” de Filipe Martins e menções especiais vídeo a “Pneuma” de Antonello Matarazzo (Itália) e “Patarei Prison” de Ricard Carbonell (Estónia).

A competição “Trailer in Motion” distinguiu o trailer “The clock makers dreams” de Cashell Horgan (Irlanda) e o videoclipe “Irina R - Sailor” de Angelo de Grande e Camilla Tomsich (França).

O video “Up in the sky” de Sami Natsheh (Espanha) recebeu uma Menção especial. O júri foi constituído pelos críticos Germano Campos, Nuno Reis e pelo músico Sérgio Ferreira.

Entretanto, na “AVANCA|CINEMA, Conferência Internacional Cinema – Arte, Tecnologia, Comunicação”, o Prémio Eng. Fernando Gonçalves Lavrador, em homenagem póstuma a um dos mais relevantes investigadores portugueses na área da semiótica, estética e teoria do cinema, distinguiu os investigadores suiços Christian Iseli e Miriam Laura Loertscher com “Digitized Reality: The Trouble with Motion”. A investigadora brasileira Janaína Oliveira com “Kbela e Cinzas: o cinema negro no feminino do Dogma Feijoada” recebeu uma Menção Especial.

O júri deste prémio foi constituído pelos académicos João Victor Gomide (Brasil), Susana Lozano Moreno (Espanha) e os portugueses Adriano Rangel, Anabela Oliveira, Ana Catarina Pereira, Fátima Chinita, José Ribeiro, Manuel Rodrigues.

No total, seis júris constituídos por 38 individualidades de 8 países atribuíram 18 prémios e 10 menções especiais.

O AVANCA acontece todos os anos em Avanca e é uma organização do Cine-Clube de Avanca e Câmara Municipal de Estarreja com o apoio do ICA/Ministério da Cultura, Instituto Português do Desporto e da Juventude, Turismo Centro Portugal, Junta de Freguesia e Paróquia de Avanca, Agrupamento de Escolas de Estarreja, para além de várias organizações internacionais e entidades locais.

Agenda
Ver mais eventos

Passatempos

Passatempo

Antestreia do filme A PARTIR DE UMA HISTÓRIA VERDADEIRA

Baseado no romance de Delphine de Vigan este filme foi a aposta do Festival de Cannes para ser o filme de encerramento da seleção oficial, extracompetição. Em parceria com a PRIS Audiovisuais, oferecemos convites para a antestreia em Gaia e Lisboa, dia 20 de dezembro. Habilite-se a ser um dos felizes contemplados!

Passatempo

Ganhe convites para o musical POCAHONTAS

Em parceria com a Yellow Star Company, oferecemos convites duplos para esta peça de teatro musical que está em cena até 30 de dezembro, nos cinemas UCI do El Corte Inglés, em Lisboa. Participe e... boa sorte!  

Visitas
32,422,644